Harmonização com especiarias: saiba como fazer


Harmonização com especiarias: saiba como fazer

Se por um lado o uso de temperos na gastronomia é algo essencial para realçar o sabor dos pratos, saber escolher a bebida que vai acompanhar cada um deles é primordial para garantir a excelência de uma refeição.

Entretanto, muitas pessoas têm dúvidas quanto à harmonização com especiarias, a fim de obterem uma melhor experiência culinária. Lembre-se que o vinho deve ser muito bem escolhido para harmonizar perfeitamente com qualquer prato.

Para ajudar você a fazer a harmonização com as especiarias ideais, listaremos a seguir os principais temperos utilizados na cozinha e quais são as sugestões de vinhos que podem acompanhá-los. Confira!

Ervas Frescas

As ervas frescas realçam o sabor dos alimentos e estão presentes em quase todas as receitas. No entanto, muitas vezes, para se obter o sabor desejado, é feita uma combinação de vários temperos em um único prato. Portanto, leve em consideração o condimento que mais se destaca como guia para selecionar o vinho.

Manjericão

Muito utilizada na gastronomia italiana, o manjericão tem o poder de enaltecer o sabor do tomate, é o par perfeito. E também vai bem com cebola, orégano, alho e azeite — por isso ganhou tanto espaço na cozinha italiana.

Seu sabor levemente picante é uma delícia em molhos para massas e pizzas, sopas e carnes suaves como peru, frango e vitela. Também é base para molhos de azeite e oleaginosas, como o pesto. Em vista disso, a dica é harmonizá-lo com um Pinot Noir, Merlot ou ainda o Chardonnay

Dica: 6 dicas incríveis de harmonização de vinhos

Alecrim

O alecrim é considerado um tempero mediterrâneo de sabor intenso, sendo que fica excelente se for preparado com carne de porco, aves, pães, batatas, entre outras iguarias. Os vinhos elaborados à base de Cabernet Sauvignon ou Syrah costumam harmonizar perfeitamente com esses pratos.

Já se a opção for usar o alecrim com peixe, o melhor é servir o vinho branco de corpo leve, tal qual o Riesling

Hortelã

Umas das ervas frescas mais utilizadas na culinária árabe, a hortelã combina com carnes e legumes cozidos. Para os pratos que utilizam a erva, o ideal é harmonizá-los com vinhos aromáticos com toque adocicado, por exemplo o Gewürztraminer. Se você preferir os Tintos, o Merlot é a melhor opção. 

Coentro

De aroma encorpado e sabor extremamente acentuado, o coentro divide opiniões. Muito utilizada na culinária nordestina e mexicana, a erva torna-se um excelente tempero para sopas. Experimente acompanhar o sabor "exótico" da erva com uma taça de Sauvignon Blanc ou, no caso dos tintos, um Tempranillo

Louro 

O louro pode ser utilizado nas versões fresca ou seca para realçar o sabor de carnes brancas. Contudo, acredita-se que também é alma da feijoada. De gosto e aroma muito específico, a erva pode ser harmonizada com Cabernet Franc ou espumantes de características mais secas.

Tomilho

O tomilho apresenta sabor marcante com toque cítrico. Desse modo, é necessário ter cuidado na hora de usar a erva, pois os pratos vão pedir vinhos mais imponentes que casem com o gosto do tomilho. A dica é servir vinhos encorpados com passagem em barricas de carvalho para harmonizar adequadamente com a refeição.

Crie harmonizações incríveis com os vinhos da Famiglia Valduga. Acesse nossa loja online e confira todos os rótulos!

Adquira os vinhos da Famiglia

Ervas de forno

As ervas de forno — cravo e canela — são muito utilizadas na culinária de diversos países. Por isso, saber fazer a harmonização com especiarias desse tipo é fundamental para enaltecer o sabor dos pratos que serão servidos, seja em um almoço ou no jantar!

Cravo

O cravo ou cravo-da-índia é uma especiaria que apresenta grande poder, pois contém uma enorme concentração de aromas. Porém, toda essa força pode ajudar ou atrapalhar a escolha do vinho, conforme for usada.

O cravo é muito saudável, devido as suas propriedades antissépticas, porque é rico em minerais e vitaminas. Logo, a dica é apostar em vinhos potentes , de longo estágio em carvalho ou, ainda, nos tintos de corpo médio que apresentam algum toque amadeirado.

Canela

A canela é outra especiaria muito utilizada nas receitas mais elaboradas. O sabor levemente adocicado e o aroma marcante destacam-se no preparo de carnes vermelhas e aves. Por isso, o ideal é criar um contraste na hora de harmonizar o prato com a bebida, a fim de promover uma experiência única tanto ao paladar quanto ao olfato.

Experimente os vinhos elaborados a partir das uvas mais tânicas, tais quais o Cabernet, Sauvignon, Tannat, Petit Verdot, Sangiovese Grosso ou ainda Nebbiolo. Excelentes escolhas!

Dica: Como escolher os melhores vinhos?

Especiarias vermelhas

As especiarias vermelhas são mais conhecidas como as pimentas em geral que utilizamos na comida do dia a dia. Algumas apresentam um sabor forte e marcante com alto grau de ardência. Embora existam outras que apenas conferem um realce maior ao prato sem fazer com que a boca fique ardendo ao serem ingeridas.

Chipotle

Chipotle é o nome dado a uma pimenta muito comum na culinária mexicana, assim como nas fusões gastronômicas ao redor do mundo (tex-mex, por exemplo). A pimenta vermelha, com sabor forte, geralmente comercializada em conserva, em pó ou em molhos, pode ser usada em guisados de carne ou saboreados com outros aperitivos.

Para fazer a harmonização com chipotle, o mais indicado é o Torrontés de Salta — vinho branco aromático argentino —, cujo sabor refrescante de acidez moderada promove o alívio esperado ao provar essa pimenta. 

Uma excelente alternativa é o Vincada Rosé Vinho Verde Doc, uma versão rosé com notas levemente adocicadas, capaz de ressaltar a riqueza de ingredientes dos pratos preparados a base de chipotle.

Chilli

A culinária mexicana é muito famosa em várias partes do mundo, especialmente pelos pratos picantes temperados à base da pimenta chilli. Uma das receitas mais conhecidas é o Chilli com Carne, feito com feijão, carne moída, molho de tomate, condimentos especiais e, é claro, a pimenta Chilli.

Logo, a dica é harmonizar a especiaria com Riesling Seco, GewürztraminerPinot Grigio ou ainda um Sauvignon Blanc. Se quiser ousar um pouco mais, aposte em um rótulo tinto, de médio corpo e levemente tânico, como o Carmènére, Pinot Noir, Merlot, Malbec ou Zinfandel.

Enfim, ao ler o post foi possível aprender um pouco mais sobre como fazer a harmonização com especiarias utilizadas na cozinha do dia a dia. Entretanto, é importante destacar que na hora de adquirir os rótulos, você deve ir em uma loja que comercialize os melhores Vinhos, como a Casa Valduga, a fim de garantir o sabor e a excelência de qualquer prato.

Encontre os melhores vinhos na Casa Valduga e torne a sua experiência gastronômica muito mais rica e saborosa!

Acesse nossa loja online:

Adquira os vinhos da Famiglia




Por
30/01/2020

Enólogo e Embaixador da Marca


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!