4 razões para você aprender sobre vinhos e virar um expert!


4 razões para você aprender sobre vinhos e virar um expert!

Se você está dando seus primeiros passos no universo dos vinhos vai entender que um exemplar excepcional é aquele que proporciona prazer ao paladar e nos instiga intelectualmente. Quem não gostaria de aprender sobre vinho e poder compartilhar o conhecimento com amigos enquanto degusta uma garrafa, não é? 

Porém, muitas pessoas ainda se perguntam por que os amantes dessa bebida fazem isso. Por isso, gostaríamos de dividir com você algumas das razões. Então, confira o post de hoje e descubra por que faz sentido aprender mais sobre ela. Quem sabe você também se anima e começa a querer entender sobre o assunto. Vamos lá?

Por que aprender sobre vinhos?

Há muitas razões para aprender sobre vinhos, por isso vamos apresentar as principais delas. Confira abaixo.

1. Entender melhor sobre harmonização e fazer refeições mais saborosas

Harmonizar vinho e comida é uma arte que nos transporta para uma experiência gastronômica indescritível. Mas é preciso aprender a encontrar o equilíbrio perfeito entre eles, pois há variáveis presentes no vinho — cepas e produtores — que se complementam com os pratos — temperatura e tempero.

Então, que tal impressionar o seu paladar e aprender a harmonizar vinhos? Se você está preparando um peixe, por exemplo, que tem o sabor mais delicado, o ideal é acompanhá-lo com um vinho leve, como um Sauvignon Blanc.

Já para carnes vermelhas, tente combiná-las com vinhos que passaram por barris de carvalho e com acidez mais acentuada, como Tannat. Mas lembre-se que você pode se arriscar nas combinações e encontrar aquela que mais agrada ao seu paladar.

Acesse a loja online e confira todos os nossos rótulos!

Adquira os vinhos da Famiglia

2. Conhecer sobre o cultivo e processo de elaboração da bebida

Você pode até pensar que saber sobre o processo de cultivo e elaboração dos vinhos não é importante, mas está enganado. Isso influencia diretamente nos sabores e aromas dessa bebida que você leva à taça. Se você está se perguntando o que isso quer dizer, saiba que o vinho está sempre mudando.

Por exemplo, uma uva colhida antes do tempo pode não ter desenvolvido todo o seu potencial e dar origem a vinhos com aroma de pimentão verde. Até o clima influência nas características da bebida. Uma região fria pode dar origem a vinhos encorpados, como a Pinot Grigio.

Contudo, se essa uva for cultivada em regiões mais quentes, elas resultam em exemplares secos, ácidos e minerais. Quando os vinhos são envelhecidos em barris de carvalho, desenvolvem sabores e aromas amadeirados. Por isso, é interessante conhecer seu cultivo e o processo de elaboração.

3. Adquirir mais conhecimento sobre história, enologia e química 

O vinho é a tradução de um lugar, de sua origem. Fruto da experiência e do trabalho do homem. Muitas vezes, a história de um povo se entrelaça a do vinho, mostrando como contribuíram para o desenvolvimento de determinada região, como é o caso da viticultura em Borgonha

Já outros países podem nos surpreender ao se tornarem referência no assunto, como o Brasil. Falando nisso, você já conhece a história do vinho por aqui? Ainda não? Então, eu convido você a conhecer a trajetória da bebida em território nacional

A região produtora dos vinhos é tão importante que há uma classificação específica para nomeá-las. Essa certificação garante a singularidade e qualidade da bebida, estando relacionada com as condições geológicas e climáticas específicas de cada região. 

Dica: Entenda a classificação dos vinhos e siglas de cada país

4. Conhecer sobre armazenamento e temperatura dos vinhos

Quem está começando a entender sobre vinhos pode cometer alguns erros, como armazenar a garrafa de maneira equivocada ou guardá-la errada após aberta. Tudo isso vai interferir na bebida. Pois fatores como corpo, aroma e tenacidade da bebida são influenciados pela temperatura.

Quer saber como evitá-los? Mantendo-se informado. Ter acesso às informações permite que a bebida seja apreciada de maneira correta e com mais prazer. Nesses exemplos, a dica é sempre armazenar as garrafas em ambientes que não sofrem grandes variações de temperatura.

Só coloque na geladeira se for para servir em breve. Para guardar o vinho que sobrou ele pode ser guardado nela. De preferência na posição vertical e com tampa para evitar a transferência de odor de outros alimentos.

Como aprender mais sobre vinhos?

Se você chegou até aqui e quer sentir o prazer de conhecer mais sobre vinhos, então confira nossas dicas. 

Pesquisas em sites e blogs especializados

Com a disseminação da informação e com a preocupação das empresas em educar os consumidores, não faltam opções de sites e blogs especializados. São disponibilizadas diversas informações relacionadas ao mundo dos vinhos. Neles, você vai aprender sobre os diferentes tipos de uvas.

Você também obterá conhecimento sobre o processo de elaboração dos vinhos, as principais regiões produtoras, diversas curiosidades, o verdadeiro significado do terroir e como eles interferem nas características sensoriais da bebida e muito mais. 

É preciso, no entanto, tomar muito cuidado, pois aprender sobre o assunto exige muita pesquisa que deve ser feita em fontes confiáveis. Uma dica é navegar em sites e blogs de empresas que atuam no segmento, que vão ensinar você desde os temas mais básicos até os mais complexos.

Quer conhecer todos os produtos da Famiglia Valduga? Acesse nossa loja online e confira!

Conheça mais sobre os produtos da Famiglia

Leitura de livros sobre o assunto

Há muitos livros sobre vinho para quem quer aprender. Aqui vão algumas dicas para quem é apaixonado por vinho. A primeira é “A viúva Clicquot: A história de um império de Champagne e da mulher que o construiu” de Tilar J. Mazzeo. Nesta obra, é narrada a trajetória da fundadora de uma das casas de champanhe mais famosas do mundo.

Já a “História do vinho”, de Hugh Johnson, é para quem quer conhecer o surgimento e evolução dessa bebida, desde os seus primórdios até os dias atuais. Mostrando como diversos países e povos influenciaram em suas técnicas de cultivo e elaboração.

E o livro Wine Grapes de Jancis Robinson, Julia Harding e José Vouillamoz compila mais de mil castas, revelando suas origens e o que se pode esperar de seus sabores. Ele é considerado a bíblia das uvas e serve de guia para especialistas ou leigos no assunto.

Realização de cursos profissionalizantes 

Quer se aprofundar ainda mais? Então, opte por cursos profissionalizantes. Existem desde os mais básicos, para iniciantes, até os mais avançados, para quem já domina tudo sobre o assunto e quer aprender na prática a como degustar um vinho. Onde encontrá-los?

A nossa primeira dica é a The Wine School. Ela é a maior Organização Internacional com programas de formação mundial com foco em educação em bebidas nobres. Seus cursos de vinhos são consumidores e entusiastas. Também para quem já trabalha ou pretende trabalhar com a bebida.

Dica: Tudo sobre vinhos: conheça os tipos de rolhas e seus efeitos

Uma alternativa é a Abs — SP. Ela oferece ampla gama de cursos, sendo hoje a principal fonte de formação de sommeliers do país e para consumidores. Também organiza regularmente atividades voltadas para a harmonização entre vinhos e comida.

Tipos de uvas, vinícolas e harmonizações, diferentes temperaturas, cores, aromas e sabores. Há milhares de informações para aprender sobre vinhos. Quem está adentrando nesse mundo sabe que somos apaixonados por tudo que envolve o assunto. Então, deixe essa paixão contagiar você e aproveite para compartilhar seus conhecimentos com os amigos e ainda fazer novas amizades.

Se você se sentir perdido, já sabe por onde começar com as nossas dicas! Então, que tal receber as novidades direto em seu e-mail? É só assinar a nossa newsletter!




Por
05/11/2019

Enólogo e Embaixador da Marca


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!