Lágrimas do vinho: saiba o que são e como identificá-las


Lágrimas do vinho: saiba o que são e como identificá-las

Para uma bela degustação de vinhos é preciso, além de sentir os sabores e aromas, observar alguns aspectos físicos. Assim, é possível ter noção do que esperar daquela bebida. Pensando nisso, você sabe exatamente o que são as lágrimas do vinho?

Ela é uma característica física, que faz parte da análise do vinho. Já reparou quando um enólogo ou outro entendedor de vinhos gira a taça e observa o desenho que a bebida deixa na parede objeto? Na verdade, ele está analisando as lágrimas. Quer entender o que elas significam? Então, continue a leitura, pois é sobre isso que falamos neste post. Confira!

O que são as lágrimas do vinho?

As lágrimas do vinho, também conhecidas como pernas ou arquetes (tecnicamente falando), são propriedades importantes na análise visual da bebida, sendo a primeira etapa da análise sensorial.

A forma em que o vinho escorre pelas paredes da taça pode dizer muito sobre ele. As lágrimas são capazes de indicar corpo, teor alcoólico e doçura.Tudo isso antes mesmo do degustador prová-lo, de fato. 

Esse efeito também tem o nome de "Marangoni", pois foi o físico italiano Carlo Marangoni que o descobriu, em meados do século XIX. Junto ao inglês James Thompsom, eles explicaram qual é a causa desse fenômeno.

Depois de alguns anos de estudos e testes, os pesquisadores comprovaram que as lágrimas ocorrem a partir da diferença da tensão superficial da água e do álcool presentes na bebida.

Como as lágrimas do vinho acontecem?

Uma fina película de vinho se forma nas paredes internas da taça quando ela é girada. Por capilaridade, o vinho do interior começa a subir. Ali, o álcool evapora mais rápido que a água, e a alta-tensão superficial que fica na parede da taça faz com que a bebida desça em filetes, por conta da ação da força da gravidade, formando, então, as lágrimas.

Por aí, já deu para perceber que as lágrimas do vinho tem muito mais a ver com a quantidade de álcool presente na bebida. Algumas pessoas acreditam que elas podem ser a glicerina do vinho ou, até mesmo, gordura.

Porém, isso não é verdade e não tem fundamentação científica. Lembrando que o açúcar também contribui para o fenômeno, pois quanto mais doces, maior é a viscosidade que fica na película.

Confira na loja online, nossa seleção completa de vinhos:

Adquira os vinhos da Famiglia

Como analisar as lágrimas do vinho?

Para analisar as lágrimas do vinho e saber o que elas significam é preciso conhecer a maneira correta. Obviamente, a taça deve ser transparente e lisa para conseguir identificar o desenho que se forma.

É necessário também que o recipiente tenha o bojo redondo. A taça ISO, por exemplo, pode ser utilizada para essa finalidade. Encha cerca de 3/4 dela com a bebida, gire para formar a película nas paredes internas e espere alguns segundos, até que surjam as lágrimas para interpretá-las.

Se as pernas estiverem em abundância, juntas e mais lentas para descerem, significa que o vinho tem maior quantidade de álcool. Já se tiver poucas lágrimas, mais afastadas e descerem rapidamente pela taça, a bebida tem menor teor alcoólico.

Vale dizer que essa característica é observada somente em vinhos tranquilos, já que os espumantes não apresentam esse fenômeno.

Por que observar as lágrimas do vinho?

Como dissemos, as lágrimas do vinho fazem parte da análise sensorial da bebida, precisamente, da visual. A partir dela é possível ter noção da graduação alcoólica do vinho e de sua estrutura, sem ao menos dar um gole.

Se você prefere um vinho mais encorpado, com maior teor alcoólico, verifique se ele apresenta grande quantidade de lágrimas e se elas escorrem lentamente. Provavelmente, é isso o que agradará o seu paladar.

No entanto, se a ideia é degustar uma bebida menos alcoólica e mais leve, observe se o vinho forma poucas lágrimas e se elas descem mais rápido. É importante dizer que as arquetes não se referem à qualidade da bebida, mas apenas às características já mencionadas.

Dica: Degustação de vinhos: passo a passo para uma experiência incrível

Quais são as sugestões para degustação de vinhos?

Agora que você já sabe o que são as lágrimas do vinho, como analisá-las e interpretá-las, que tal colocar em prática mais esse aprendizado na próxima degustação? A seguir, confira algumas sugestões.

Casa Valduga Villa-Lobos

Um excelente exemplar de Cabernet Sauvignon elaborado com uvas selecionadas. O Casa Valduga Villa-Lobos, que homenageia o maior compositor erudito das Américas, é um tinto seco, envelhecido por 12 meses em barris de carvalho e que evolui de 10 a 15 anos, se armazenado em local apropriado.

Com terroir do Vale dos Vinhedos, é de cor vermelho rubi e apresenta notas de frutas vermelhas maduras, toque suave de especiarias e aromas elegantes de baunilha, café e chocolate. Tem corpo amplo, vigoroso e maciez. Deve ser servido com temperatura de 16º a 20º e harmonizado com massas de molho picante, queijos maduros e carnes de caça.

Storia Merlot

Storia Merlot é para quem gosta de exclusividade. Como é elaborado apenas com safras excepcionais, a tiragem é limitada e a venda é feita apenas por reserva. De coloração vermelho rubi, a bebida expressa a sua personalidade com lágrimas densas e abundantes.

Tem aroma marcante de frutas negras e notas delicadas de frutas secas, com toques de baunilha e chocolate, devido à maturação de 18 meses em barris de carvalho. A viscosidade é elevado, os taninos são firmes e a acidez é correta do início ao fim. A temperatura de serviço é de 18° a 20° e a harmonização é com queijos maduros, carnes de casa e risoto de funghi.

Gran Leopoldina Chardonnay DO

Gran Leopoldina Chardonnay DO é um vinho branco seco 100% Chardonnay do Vale dos Vinhedos. A maturação é feita por 10 meses em barris de carvalho francês e romeno. Tem coloração amarelo-palha com reflexos esverdeados.

Ao olfato, apresenta notas intensas de frutas tropicais e maduras, como abacaxi e carambola, além de nuances de chocolate branco e baunilha. No paladar, é potente e volumoso, em harmonia com a fina acidez. Por conta disso, é ideal para acompanhar massas, carnes brancas, fondues, queijos médios e fortes.

As lágrimas do vinho são uma característica de análise visual que diz sobre o teor alcoólico da bebida e, consequentemente, do corpo. Assim, sem nem mesmo dar um gole do produto é possível prever o que encontrará na degustação.

Confira toda a seleção de vinhos da Famiglia Valduga em nossa loja online!

Adquira os vinhos da Famiglia

Já conhece a nossa página do Facebook? Lá é possível encontrar dicas, novidades e materiais interessantes sobre o mundo do vinho, diretamente no seu feed de notícias.




Por
19/09/2019

Enólogo e Embaixador da Marca


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!