Vinhos no verão: o que você precisa saber para escolher a garrafa certa?


Vinhos no verão: o que você precisa saber para escolher a garrafa certa?

O vinho é uma bebida muito identificada com o inverno. A cena de uma lareira acesa, uma tábua de queijos e uma taça de vinho povoa a mente dos casais apaixonados e também dos apreciadores da bebida. 

De fato, tomar vinho no inverno é uma delícia, mas não é só a estação mais fria do ano que pede uma boa taça. Ainda que o consumo de vinhos caia durante as estações mais quentes, engana-se quem acha que vinho durante o verão deve ser sinônimo somente de vinho branco gelado.

Confira agora como aproveitar os vinhos no verão e quais são os rótulos que podem ajudar a refrescar os dias mais quentes!

Mudando as tradições 

Durante o verão, é comum procurar uma bebida refrescante, capaz de aliviar o calor e trazer um sabor com a cara da estação. Os vinhos brancos e os espumantes são algumas pedidas tradicionais, algo que se deve ao fato de serem servidos gelados. A identificação desses vinhos com as altas temperaturas fez deles clássicos do verão.

Apesar dessa tradição, é possível inovar e trazer à mesa alguns tintos jovens e leves, e que também não ficam atrás quando o quesito é refrescância e sabor. O paladar dos tintos com menor tempo de maturação é leve, sendo que eles também podem ser servidos resfriados.

Na hora de inovar, escolher um vinho com  personalidade e que foge um pouco da tradição dos espumantes e dos vinhos brancos pode fazer toda a diferença.

YALI BY VINÃ VENTISQUERO LEOPOLDINA PREMIUM MERLOT ROSÉ NATURELLE BRANCO RSV MOSCATEL

Clique nas imagens e adquira os seus vinhos para este verão!

Escolhendo um tinto jovem 

Esse tipo de vinho fica ótimo em ocasiões acaloradas e é um acompanhamento ideal para eventos de verão, como um jantar ao ar livre com os amigos ou um luau na praia

Para não errar na hora de escolher, lembre-se de que eles precisam ter no máximo dois anos de maturação e devem ser feitos com uvas menos estruturadas (como a Gamay ou a Pinot Noir), possuir uma coloração rubi e ter uma acidez considerável.

Lembre-se que o sabor mais ácido junto com a baixa temperatura concede a sensação de frescor. Para não errar na hora de resfriar, mantenha a bebida entre 12 e 14 graus.

YALI BY VINÃ VENTISQUERO

Dando uma chance aos rosés

Os vinhos rosés não são os mais consumidos no Brasil atualmente, porém, alguns especialistas em vinhos e casa wine bars começaram a seguir o exemplo de outros países, como França e Estados Unidos, e investir nos bons vinhos rosés disponíveis no mercado.

Apesar da discrição, os rosés são muito saborosos e refrescantes. Eles são muito versáteis e caem muito bem com inúmeros tipos de pratos, desde saladas até aves grelhadas e comidas picantes. 

A temperatura ideal para servir os rosés é entre 12 e 10 graus, fazendo com que sejam perfeitos para acompanhar uma atividade ao ar livre, como um piquenique ou uma tarde na piscina!

LEOPOLDINA PREMIUM MERLOT ROSÉ

Lembrando-se dos vinhos brancos e espumantes

Dentre os vinhos, os espumantes e algumas variações de vinho branco são servidos em temperaturas mais baixas, na casa dos 8 graus. Ao serem apreciados dessa maneira, elas entregam refrescância e mantêm as características principais do seu bouquet. Apesar da recomendação dizer que eles devem ser servidos gelados, há um limite de temperatura, por isso, nunca os deixe ficar abaixo dos  6 ou 5 graus. 

NATURELLE BRANCO RSV MOSCATEL

Essas são algumas dicas para aproveitar bem os vinhos no verão sem ter que ficar restrito às mesmas opções de sempre. Se você gostou das dicas e quer conhecer ainda mais sobre vinhos, suas combinações e maneiras de degustar, assine nossa newsletter!

Conheça mais sobre a Famiglia




Por
24/01/2017

Embaixadora Famiglia Valduga


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!