Petit Verdot: conheça essa robusta uva francesa


Petit Verdot: conheça essa robusta uva francesa

Quando o assunto é vinho, as primeiras castas que vêm à cabeça são as populares Cabernet Sauvignon, Merlot e Chardonnay? Todas elas dão origem a rótulos deliciosos e cheios de personalidade, porém, que tal inovar um pouco e dar chance para novas uvas?

Existem muitas outras castas "menos populares" que garantem bebidas com um padrão de excelência altíssimo. Uma delas é a Petit Verdot. Esta uva ganhou o mundo há séculos ao estar presente nos blends que deram origem a distintos vinhos de Bordeaux. Tudo graças à sua coloração, forte presença de taninos e aroma floral de violeta.

Seu sabor complexo fez com que ela caísse em desuso, ou melhor, ficasse resumida a poucos rótulos. Porém, novos produtores e vinícolas de renome estão reavaliando seus conceitos sobre a Petit Verdot, dando a ela a oportunidade de mostrar suas qualidades.

Confira abaixo as características dessa uva e como ela dá origem a vinhos excepcionais!

A história da Petit Verdot

A Petit Verdot foi usada, historicamente, durante muitos anos como parte de blends para vinhos Bordeaux. Na região francesa de Medoc, ela era uma das uvas mais populares até o século XVIII, quando uma grande surto de Filoxera devastou as regiões vinícolas da França.

Dica: Conheça quais são as 13 uvas mais tradicionais na produção de vinho

Durante a reestruturação das plantações, a Petit Verdot perdeu espaço, pois seu cultivo era menos rentável e mais difícil de ser feito. O pouco que restava da casta na região foi destruído em uma grande geada em 1956. Basicamente a Petit Verdot virou uma uva em extinção. Até que vinicultores da Califórnia, nos EUA, passaram a apostar nela na década de 70.

A reinvenção desta uva

Após quase sumir das garrafas, essa casta voltou com tudo e encontrou espaço em regiões vinícolas Americanas (Chile, Argentina e Califórnia), além da Espanha e da Austrália. Outros países também produzem a uva, porém, em menor escala.

Os vinhos feitos com a Petit Verdot possuem coloração bem intensa, são densos e apresentam um marcante aroma de fruta madura e toques florais. Seu paladar é carregado de personalidade e potência. Se você está procurando um vinho delicado, esqueça os feitos a partir da Petit Verdot, pois eles sempre serão mais robustos.

Proveniente de solos Uruguaios, o Petit Verdot da vinícola Bracco Bosca, é um excelente exemplar de vinho varietal, onde se utiliza somente um tipo de uva. Por ter características bem marcantes, também é possível encontrar esta uva em cortes onde seu papel costuma ser acrescentar cor e corpo, como é o caso do Sul Africano De Grendel que apresenta um blend entre a Petit Verdot e a Shiraz.  

Clique no banner abaixo e confira os vinhos da Famiglia!

Adquira os vinhos da Famiglia

A harmonização dos vinhos de Petit Verdot

Um vinho intenso pede sabores igualmente fortes como acompanhamento. Por esta razão, é sempre recomendável buscar harmonizar os rótulos de Petit Verdot com pratos marcantes, como vitela, cordeiro grelhado e outras carnes intensas.

Quem quiser combiná-la com queijos deve investir em um grana padano, pecorino ou um gouda defumado. Dentre os fungos, ela cai muito bem com cogumelos Portobello, Shitake, Trufas Negras. Já entre os vegetais, o Petit Verdot combina bem com caponatas de berinjela e nozes ou pratos elaborados com moranga.

Gostou da novidade? Então saiba que você não irá se arrepender ao abrir mão dos sabores tradicionais para dar chance à "pequena notável" Petit Verdot! Compartilhe este post nas suas redes sociais para ajudar outros amantes do vinho a conhecerem os prazeres dessa uva tão discreta, mas tão potente!




Por
13/03/2018


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!