Como fazer harmonização de vinhos e comida japonesa? Descubra!


Como fazer harmonização de vinhos e comida japonesa? Descubra!

Quem frequenta bares e restaurantes a deliciosa culinária japonesa é o carro chefe pode observar que o saquê é ainda a bebida alcoólica mais pedida entre as pessoas. Tradicionalmente, não se costuma associar a harmonização de vinhos e comida japonesa, e existem alguns ingredientes que podem atrapalhar um pouco essa combinação, caso não sejam usados com moderação.

De modo geral, os vinhos rosé, branco e os espumantes são os que mais harmonizam com o paladar da gastronomia nipônica. Descubra no post de hoje todas as nossas dicas para fazer a sua harmonização de vinhos e comida japonesa com sucesso. 

Pratos crus: temaki, sushi e sashimi

O sushi e o sashimi são os pratos crus mais tradicionais, enquanto o temaki já se tornou um prato consagrado para os brasileiros. Um vinho com uma boa acidez é a combinação perfeita para a harmonização de pratos com peixe cru. 

Peixes mais leves casam perfeitamente com espumantes e vinhos rose. Os espumantes conseguem refrescar e limpar o paladar, uma combinação de sucesso para pratos à base de peixe cru

Dica: Entenda como harmonizar vinhos com peixes

Pratos fritos: hot roll, tempura e guioza

São muitas as opções de petiscos fritos nos restaurantes japoneses. Entre os mais populares estão os hot rolls, rolinhos primavera e tempuras. De um modo geral, as frituras precisam de um vinho especial, por isso, vale harmonizar com um vinho branco de acidez mais elevada ou até mesmo com breve passagem por barricas de carvalho.

Pratos quentes

Aqui, o vinho tinto pode ser uma boa pedida. Para os apreciadores de yakisoba e lámen, vinhos elaborados com Malbec ou Merlot são a combinação ideal. Vinhos marcantes, porém não agressivos. Sua tendência frutada provavelmente aumentará com os deliciosos pratos. Além do lámen, eles combinam perfeitamente com carnes grelhadas e legumes cozidos, entretanto escolha opções que não estagiam em madeira.

Molhos e acompanhamentos

É preciso tomar cuidado e evitar alguns ingredientes da culinária oriental que podem arruinar com a sua harmonização de vinhos

  • Molho Shoyu: feito por grão de soja e salgado por salmoura, esse molho apresenta muito sal na sua composição. Por ter um sabor marcante e intenso, pode amargar e sobrepor totalmente o sabor do vinho;

  • Molho Teriyaki: esse molho é a redução do shoyu, porém sua textura e doçura também cobrem o sabor de alguns vinhos;

  • Raiz forte (Wasabi): servida em pequenas quantidades e em forma de pasta, essa raiz picante afeta as papilas gustativas e interfere na percepção dos sabores;

  • Gengibre: com certeza, é o ingrediente que mais dificulta a harmonização com os vinhos. Como tem aroma e sabor muito forte, junto da acidez, diminui o sabor da bebida. 

Confira todos os vinhos da Famiglia no banner abaixo:
Adquira os vinhos da Famiglia

Resumindo: quem está buscando um novo jeito de harmonizar os vinhos com a comida japonesa, precisa usar molhos e raízes com moderação. 

A harmonização de vinhos e comida japonesa é simples e deliciosa, contudo apostando nos vinhos brancos, roses e nos espumantes, certamente o prazer só irá crescer, afinal, o melhor da harmonização são as surpresas que ela nos fornece. 

Para mais conteúdos e descobertas, não deixe de nos seguir no FacebookInstagram e TripAdvisor!




Por
28/06/2018

Enólogo e Embaixador da Marca.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!