Enologia para leigos: conheça mais sobre o universo dos espumantes


Enologia para leigos: conheça mais sobre o universo dos espumantes

Produzido e apreciado em diferentes regiões do mundo, o espumante é uma bebida muito usada em celebrações e festas. Seu sabor leve, muitas vezes frutado e fresco, é o que garante o apreço por públicos tão distintos.

A característica marcante que diferencia um vinho comum de um espumante é o perlage, ou seja, as borbulhas. A bebida passa por um processo de gaseificação natural a partir de uma segunda fermentação. Entretanto, é interessante notar que apenas o perlage não garante que o vinho seja um espumante. Isso causa, muitas vezes, confusões com outros tipos de bebidas.

CASA VALDUGA MARIA VALDUGA BRUT VINTAGE CASA VALDUGA 130 ESPUMANTE BRUT NS GRAN EXTRA BRUT PONTO NERO ESPUMANTE BRUT  ARTE ELEGANCE DEMI-SEC 12 MESES PONTO NERO CELEBRATION ESPUMANTE MOSCATEL  PONTO NERO BRUT ROSE DE NOIR CONCEPTUAL EDITION

Vamos esclarecer, abaixo, as principais dúvidas de enologia para leigos e desmistificar alguns equívocos. Veja a seguir as características mais comuns dos espumantes:

O que é um espumante?

Afinal, por que são tão comuns confusões acerca de espumantes, champagnes, proseccos, sekt, frisantes etc.? 

Espumantes são caracterizados por serem vinhos finos que sofrem uma segunda fermentação e assim têm seu gás carbônico preservado dentro da própria garrafa, de forma natural. Eles são especiais e requintados por necessitarem de atenção especial e acompanhamento ao longo de seu processo do inicio ao fim, independente do tempo que precisa para maturar, além de serem elaborados com uvas específicas para essa bebida. 

Geralmente, são leves e seu paladar traz uma sensação agradável de frescor ou cremosidade. Sua tipologia pode variar entre opções mais secas até opções mais doces e sua origem varia muito — o que causa confusões em sua nomeação e processos de produção. 

CASA VALDUGA MARIA VALDUGA BRUT VINTAGE

É interessante destacar que espumantes e frisantes são diferentes, uma vez que os frisantes recebem metade do gás carbônico que nesse caso é adicionado de forma artificial.

Champagne, espumante, prosecco, cava, ou sekt?

Champagne se refere a uma região da França que deu nome a marca tradicional de produção de espumantes. Portanto, todo champagne é espumante. Vale ressaltar, porém, que apenas os espumantes produzidos nessa região específica podem ser chamados de Champagne.

o prosecco, é também um espumante resultante da fermentação, porém é derivado unicamente da famosa uva Italiana prosecco. Assim, quando alguém servir um espumante sem conhecer muito bem seu procedente, vale a pena se referir à bebida somente como espumante e não como Champagne ou Prosecco para não cometer equívocos. 

O espumante sekt é tradicional alemão. Curiosamente, a Alemanha é uma grande consumidora e produtora desse tipo de vinho. O sekt é marcado principalmente pela produção através do método charmat, que será abordado a seguir. 

Veja, agora, outros nomes comuns para espumantes ao redor do mundo:

  • Mousseaux, Champagne ou Crémant — França;
  • Spumant, Franciacorta, Prosecco — Itália; 
  • Sparkling Wine — Países de língua inglesa;
  • Champaña; Espumoso — Argentina;
  • Cava, Espumoso — Espanha.

Quais são os processos de produção e os tipos de espumantes?

Existem alguns métodos mais comuns para a obtenção de espumantes, são eles: Champenoise ou Tradicional, Charmat ou Método Tanque e Asti. 

Veja como é o processo e qual o resultado de cada um deles:

Champenoise ou Método Tradicional

Reconhecido no mundo todo por ser o método mais clássico e por ser utilizado na elaboração dos champagnes, essa técnica resulta em espumantes finos e tradicionais. Geralmente, são utilizadas uvas Chardonnay, Pinot Noir ou Pinot Meunier.

CASA VALDUGA 130 ESPUMANTE BRUT NS

Descoberto no século XVII por Dom Perignon e aprimorado posteriormente pela Viúva Clicquot, na França, o método obtém a segunda fermentação do vinho dentro da própria garrafa. O processo é artesanal e pode demorar de poucos meses até anos para chegar ao momento de degustação. 

O método se inicia a partir de um vinho base com maior acidez e menor teor alcoólico. Em seguida, a bebida sofre a segunda fermentação que permitirá a produção de mais álcool e alteração da acidez, dando as características marcantes do espumante. 

Os próximos passos são os processos de remouage e o processo de degourgement. A remouage consiste em  girar a garrafa para que a borra da fermentação se concentre e não torne a bebida turva. A degourgement se refere à abertura da tampa e expulsão do cilindro de sedimentos. 

Só depois é incorporado o licor de expedição e o açúcar, que definirá o tipo do espumante: Nature, Brut, Extra, Sec, Demi-Sec ou Doce. Veja abaixo a relação de quantidade de açúcar para cada estilo da bebida:

  • Nature — de 0 a 3 gramas de açúcar 'por litro;
  • Extra  — 3 a 8 gramas de açúcar por litro;
  • Brut — 8,1 de 15 gramas de açúcar por litro;
  • Sec— 15,1 a 20 gramas de açúcar por litro;
  • Demi-Sec — 20,1 a 60 gramas de açúcar por litro;
  • Doce — 60,1 a 80 gramas de açúcar por litro.

GRAN EXTRA BRUT PONTO NERO ESPUMANTE BRUT  ARTE ELEGANCE DEMI-SEC 12 MESES 

Charmat

Em contraponto ao processo tradicional, a fermentação acontece em autoclaves fechadas, que são grandes recipientes de aço inox. O espumante é filtrado diretamente da autoclave e não exige que sejam feitas todas as fases do método tradicional, como a fase degourgement, por exemplo.

De certa forma, esse método permitiu mais acessibilidade aos espumantes, por tornar a produção mais simples. E, apesar de menos trabalhoso, ainda é possível encontrar ótimos espumantes provenientes desse método.

Asti

Com apenas uma fermentação, esse método é alcançado com uma grande quantia de açúcar, cerca de 10 vezes o valor usado na produção de um Brut, por exemplo.

Na Itália, utiliza-se a uva Moscato, enquanto no Brasil é usada a uva Moscatel. O vinho é caracterizado pelo teor alcoólico mais baixo e deve ser servido com entradas e sobremesas em casamentos e grandes celebrações. É bem acessível e conhecido em nosso país.

PONTO NERO CELEBRATION ESPUMANTE MOSCATEL

Quais são as regiões produtoras?

Abordando as formas de produção acima, é possível notar a grande influência francesa e italiana na fabricação de espumantes. E, de fato, os maiores produtores são (nessa ordem de importância): franceses, italianos, alemães, espanhóis e russos.

A Itália ocupa o primeiro lugar no ranking de exportação desse tipo de vinho. Na França, a região de Champagne, no norte do país, lidera a produção, enquanto na Itália as regiões de Vêneto e Friuli se destacam. 

No Brasil, a produção teve um aumento muito significativo e o consumo só cresce. A região do Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, recebe destaque por seus rótulos, sendo classificado em concursos internacionais, como o Effervescents du Monde.

Quais são os espumantes recomendados?

E para quem deseja se surpreender com rótulos brasileiros, elencamos duas ótimas opções de espumantes. Confira! 

Casa Valduga 130 Brut 

Avaliado com ouro em concursos nacionais, francêses e merecedor dos 90 pontos pela Decanter World Wine Awards, essa opção de espumante homenageia os 130 anos da chegada da família italiana Valduga ao Brasil. Feito com uvas Chardonnay e Pinot Noir, a bebida apresenta excelente cremosidade e paladar complexo. 

CASA VALDUGA 130 ESPUMANTE BRUT NS

Ponto Nero Conceptual Edition Rosé de Noir 

Produzido em pequenas quantidades, esse espumante complexo e rosé possui notas de pêssego, cereja e damasco. Apresenta textura cremosa e elegante proveniente de sua longa maturação. Foi premiado com ouro na competição francesa Challenge Du Vin e eleito o melhor espumante pelo método Charmat no  chileno Guia Descorchados 2016.

PONTO NERO BRUT ROSE DE NOIR CONCEPTUAL EDITION

Essas informações sobre o universo dos espumantes são os primeiros passos para entender como apreciar e harmonizar bebidas de alta qualidade. Antes de optar pela degustação de um rótulo, pesquise sua origem e seu produtor para conhecer melhor o produto.

Gostou do nosso conteúdo de enologia para leigos? Quer ficar informado sobre vinhos e espumantes brasileiros de qualidade? Então, curta a nossa página no Facebook no Facebook e tenha acesso a dicas e conteúdos em primeira mão! 

Conheça mais sobre os produtos da Famiglia.




Por
05/01/2017


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!