Da entrada à sobremesa: escolha o melhor vinho para jantar com seu pai


Da entrada à sobremesa: escolha o melhor vinho para jantar com seu pai

Com a entrada do mês de agosto, aproxima-se também o Dia dos Pais, data tão especial para muitas famílias. Nessas ocasiões, oferecer um jantar cuidadosamente preparado e exclusivamente pensado para agradar seu progenitor é uma ideia e tanto, não é verdade?

Baseado na premissa (verdadeira) de que experiências são muito mais marcantes e inesquecíveis do que bens materiais, oferecer um bom jantar ao seu pai é uma maneira muito interessante e carinhosa de demonstrar todo o seu amor e admiração por ele. E se todos os pratos estiverem muito bem harmonizados com vinhos de qualidade, melhor ainda!

Mas qual é o melhor vinho para jantar? Especialmente para quem ainda está iniciando no maravilhoso mundo dos vinhos, saber com precisão qual é o tipo de bebida que melhor acompanha cada prato de um jantar — desde a entrada até a sobremesa — é um desafio e tanto.

Além disso, para acertar em cheio, é essencial levar o gosto pessoal e o estilo de vida de seu pai em consideração. Afinal, de nada adianta montar uma excelente harmonização gourmet e inovadora se ele faz mais o estilo clássico e tradicional, não é mesmo?

E foi justamente para ajudar você a escolher o melhor vinho para jantar com o seu herói é que escrevemos o post de hoje! Continue acompanhando a leitura e fique por dentro de dicas incríveis de harmonização de diversos pratos e vinhos, da entrada à sobremesa, sem deixar de levar em consideração o estilo de seu pai. Vamos lá?

O que não combina com vinho

Antes de começarmos a falar de harmonização, é importante ter em mente o que não combina com a bebida. Entretanto, apesar de esse ponto dividir as opiniões de especialistas no assunto, saiba que é possível harmonizar corretamente vinhos com praticamente qualquer comida.

A questão aqui é que certos alimentos são mais difíceis de serem harmonizados e requerem certa experiência e conhecimento sobre o assunto. É o caso de pratos com temperos extremamente fortes e acentuados, como azeite de dendê e curry, ou bastante pesados, como a feijoada, por exemplo.

Dica: Guia de estilo: o tipo de vinho ideal para o perfil do seu pai

Comidas de origem asiática, especialmente a japonesa, também são consideradas delicadas quando o assunto é alcançar a harmonização perfeita. Isso porque, além de levarem temperos marcantes, como wasabi e shoyu, esses pratos também são compostos por carnes cruas, cogumelos e ovos, alimentos conhecidos por serem difíceis de harmonizar com vinhos.

Tendo isso em mente, se você não é um expert no assunto, a melhor pedida é deixar os alimentos mais complicados de harmonizar de lado e apostar nas sugestões que listaremos a seguir, ok? Dessa maneira a chance de você encher os olhos e o paladar de seu pai aumentará consideravelmente, pode acreditar!

Como escolher vinhos para acompanhar petiscos

Um ambiente aconchegante, uma boa música e petiscos deliciosos são pontos importantíssimos para o sucesso de seu jantar. Além de encher os olhos e acalentar estômagos famintos, "beliscar" enquanto se espera o prato principal é uma excelente forma de relaxar e se aproximar do seu pai colocando o papo em dia. Sempre, é claro, acompanhado de um excelente vinho.

Quando se fala de regras básicas de harmonização, a verdade é que não há muito mistério: vinhos leves acompanham pratos leves, refeições mais ácidas pedem vinhos mais frescos e pratos com muita gordura devem ser acompanhados de vinhos com taninos fortes e marcantes.

Entretanto, sempre é necessário também levar em consideração o peso e a textura dos pratos antes de escolher o melhor vinho para acompanhá-los. Obviamente, acertar na mosca de primeira não é assim tão simples, mas acredite: com um pouquinho de prática, logo você pegará o jeito e poderá partir para harmonizações mais elaboradas e sofisticadas.

Dito isso, confira abaixo alguns exemplos de petiscos bastante comuns e quais tipos de vinhos são mais adequados para acompanhá-los:

Petiscos à base de carne ou mais pesados e estruturados

Tiras de filé acebolado, tábuas de frios e pães gourmet devem ser harmonizados com vinhos tintos jovens e com taninos firmes. Isso porque a gordura e estrutura desse tipo de alimento ajudam a suavizar os taninos presentes no vinho tinto, tornando a bebida menos adstringente.

Dica: Saiba o que os vinhos jovens têm em comum

Petiscos à base de peixes e frutos do mar

Como regra, alimentos vindos do mar sempre harmonizam bem com vinhos brancos. Por serem mais leves e aromáticos do que os vinhos tintos, além de terem um nível de acidez na medida certa para acompanhar esse tipo de prato, eles são a melhor pedida se a sua opção para petisco for bolinho de bacalhau, iscas de peixe frito ou camarões ao alho e óleo ou no vapor. Aposte sem medo!

Petiscos gordurosos

Se frituras e altos teores de gordura ditar a sua escolha para os petiscos do jantar com o seu pai, é essencial eleger uma bebida bastante ácida e que tenha o poder de "limpar o paladar" e oferecer uma agradável sensação a cada gole.

Tendo isso em mente, o frango a passarinho, polenta ou batata frita ou o famoso queijo frito devem ser servidos com vinhos ácidos, tintos ou espumantes, que sejam leves e de pronunciado frescor.

Vinhos para acompanhar o jantar

Passado o momento dos petiscos, chega a hora mais esperada da noite: o prato principal! Se, por acaso, você deu alguma escorregada na harmonização no aperitivo, agora é o momento de se redimir e acertar em cheio. Com as dicas listadas abaixo, seu sucesso é praticamente garantido!

Carnes

Você já deve saber que as regras básicas de harmonização de vinhos sempre ditam que carnes vermelhas devem ser acompanhadas de vinhos tintos, certo? Por mais que isso seja verdadeiro, já que a gordura contida na carne cai muito bem com vinhos que têm elevada concentração de taninos (característica dos vinhos tintos), é imprescindível ter em mente que muitos fatores importantes não são levados em consideração nessa orientação.

Afinal, existe uma infinidade de tipos e cortes de carne, como também o leque de opções dentro da classificação "vinho tinto" é muito ampla. Sendo assim, se a sua escolha for por pratos compostos por carnes mais leves, com menos condimentos e baixos teores de gorduras, como almôndegas ou filés, aposte em tintos também leves e de sabor mais delicado, como Pinot Noir ou Merlot.

Porém, se o prato principal for uma suculenta e gordurosa peça de picanha ou carne de cordeiro, a melhor pedida é investir em vinhos tintos mais encorpados, como Cabernet Sauvignon, Tannat ou Syrah.

Confira  os produtos da Famiglia Valduga em nossa loja online!

Conheça mais sobre os produtos da Famiglia

Peixes

Como já mencionamos, peixes e frutos do mar vão muito bem com vinhos brancos, mais leves e aromáticos. Mas, assim como no caso das carnes vermelhas, essa é a regra básica, que não leva em consideração a variedade das carnes e dos vinhos disponíveis.

Em alguns casos, vinhos tintos jovens e que não amadurecem em carvalho são a melhor opção para acompanhar determinados tipos de peixes.

Peixes grelhados, servidos com molhos leves, pedem vinhos brancos secos e frutados ou um bom espumante do estilo brut. Já para molhos mais pesados e marcantes, a melhor pedida é escolher um vinho branco mais maduro ou um vinho tinto frutado. Essa mesma regra se aplica a peixes de sabor bastante marcante como bacalhau, salmão ou atum.

Massas

O que vai determinar o melhor vinho para acompanhar seu delicioso prato de massa é qual molho ela levará. A priori, molhos à base de queijo ou molho branco harmonizam com vinhos brancos e rosés, e molhos vermelhos vão bem com vinhos tintos secos.

Se o molho estiver bastante condimentado ou picante, o ideal é harmonizá-lo com vinhos de baixo teor alcoólico, poucos taninos e com certa tendência adocicada.

Melhores vinhos para acompanhar a sobremesa

Seu jantar foi um sucesso, com o prato principal perfeitamente harmonizado com os melhores vinhos. Vitória garantida? Não tão rápido! Ainda temos a sobremesa! E cá entre nós, ninguém quer cometer um deslize aos 45 do segundo tempo, não é mesmo?

Por isso, um esforço a mais para escolher um bom vinho para acompanhar a sobremesa pode ser o responsável por fechar o seu jantar com chave de ouro. E nessa hora, todo o cuidado é pouco.

Pratos à base de açúcar, como a grande maioria das sobremesas, são difíceis de serem harmonizados corretamente. Sobremesas têm o poder de mascarar o sabor frutado dos vinhos, elevarem sua sensação de acidez, colocar o álcool em evidência, além de deixá-los mais amargos. Ou seja, a sobremesa pode ser o vilão do seu jantar.

A boa notícia é que há possibilidade de acertar, escolhendo um vinho ideal para o último prato de seu jantar. A dica de ouro aqui é escolher um vinho mais doce e frutado, com baixo nível de acidez. Espumantes doces e vinho do Porto são excelentes opções para não errar!

Dica: Vinho e chocolate: 5 dicas para a melhor harmonização!

Entretanto, se você quiser ir mais a fundo na harmonização da sobremesa, fique de olho nas dicas abaixo:

Sobremesas à base de frutas

Cheesecakes, saladas de frutas e tortas em que o ingrediente principal é uma fruta pedem vinhos mais doces, mas que ao mesmo tempo sejam leves e delicados, permitindo que o gosto frutado da sobremesa se destaque. Espumantes são uma excelente opção.

Sobremesas à base de chocolate

Chocolate é um alimento de sabor marcante e com altos níveis de gordura. Assim, é imprescindível harmonizar sobremesas feitas à base desse ingrediente, como tortas, brownies e mousses, com vinhos tânicos e/ou com grande presença de açúcar. Vinhos tintos encorpados e vinhos do Porto são bons exemplos de bebidas que harmonizam bem com esse tipo de sobremesa.

Sobremesas à base de leite e ovos

Pudins, manjares e cremes à base de leite e ovos harmonizam perfeitamente com os vinhos classificados como "late harvest". Feito com uvas colhidas tardiamente, este tipo de vinho combina muito bem com o gosto suave dessas sobremesas.

Sobremesas à base de doce de leite

O alto nível de doçura do doce de leite pede o acompanhamento de bebidas com alto nível de acidez. Nesses casos, a acidez "confronta" o doce exagerado, tornando-o menos enjoativo e mais agradável ao paladar.

Confira  os produtos da Famiglia Valduga em nossa loja online!

Conheça mais sobre os produtos da Famiglia

Escolhendo o vinho para jantar ou presentear de acordo com a personalidade de seu pai

A variedade de estilos e personalidade das pessoas é tão ampla quanto a diversidade de vinhos existentes no mercado. E por mais que se deva, obrigatoriamente, levar em consideração as regras de harmonização perfeita entre as bebidas e os pratos servidos durante o jantar, citadas nos tópicos anteriores, é também importante que você se preocupe em eleger bebidas que serão do agrado de seu pai.

Levar em conta seu estilo de vida, gostos pessoais e visão de mundo na hora de escolher os vinhos são garantia de que você vai surpreender e agradar. Afinal, ele é o maior homenageado da noite, não é mesmo?

E se estilo pessoal dele tornar a harmonização difícil para os pratos que você escolheu para servir durante o jantar, você sempre poderá presenteá-lo com um rótulo. Assim, ele poderá levar consigo uma lembrança desse momento tão especial.

Pensando nisso, listamos abaixo alguns estilos de personalidade e selecionamos alguns rótulos de vinhos que mais combinam com cada uma delas. Confira:

Pai clássico

Um homem que preza pelas tradições e pelo modo tradicional de viver. Geralmente é apreciador de boas músicas, veste-se com elegância e valoriza a educação e o requinte.

Seu pai é do tipo clássico? Então seguramente ele vai adorar se você escolher um vinho para o jantar que seja de altíssima qualidade, pertencente a safras especiais e exclusivas e de tiragem limitada.

Excelentes opções para os pais clássicos são:

Storia Merlot Casa Valduga

Com tiragem limitada é produzido apenas em safras excepcionais, esse vinho somente é vendido mediante reserva e é um dos grandes ícones da tradicional vinícola gaúcha. Ao adquirir a garrafa, você recebe também um certificado com o número e o lote, o que garante a exclusividade do produto. Com taninos maduros e aveludados, em perfeita harmonia com sua delicada acidez, o Storia Merlot harmoniza perfeitamente com carnes vermelhas.

STORIA MERLOT
Clique na imagem acima e confira mais detalhes do produto!

Luiz Valduga 

Vinho tinto de exceção produzido a partir do assemblage dos melhores vinhos da Casa Valduga. Uma das "pratas da casa", esse rótulo mais do que exclusivo leva o nome do fundador da vinícola, Luiz Valduga. A garrafa vem em uma embalagem absolutamente incrível, inspirada em elementos como ferro, madeira e pedra. Ao paladar, se mostra bastante estruturado, com taninos macios e fina acidez, porém é encorpado e volumoso, resultando em um vinho excepcionalmente potente e harmônico.

LUIZ VALDUGA
Clique na imagem acima e confira mais detalhes do produto!

Brandy XV anos Casa Valduga

Caso o seu objetivo seja realmente surpreender e presentear seu pai com algo extremamente requintado e elegante, que tal um brandy? Elaborado de maneira clássica, utilizando a especial uva Trebbiano, sua base é a partir de um vinho branco, sendo destilado duas vezes em alambique de cobre. Com 15 anos de envelhecimento em barricas de carvalho francês, esse brandy tem sabor único e inigualável, além de ser acondicionado em uma embalagem muito elegante.

BRANDY XV ANOS
Clique na imagem acima e confira mais detalhes do produto!

Pai moderno

Bastante "descolado" e extremamente "antenado" nas novidades que surgem pelo mundo: assim é o pai moderno. Por estar tão ligado a tudo o que acontece, geralmente é bastante aberto a inovações, adorando experimentar comidas e bebidas nunca antes provadas, abrindo um leque maior de opções para a harmonização de seu jantar.

Confira algumas sugestões ideais de vinhos para pais modernos:

Sauvignon Blanc Clearwater Cove 

Excelente produto oriundo da Nova Zelândia, é elaborado com a aromática Sauvignon Blanc. É perfeito para qualquer momento, desde uma conversa informal, até uma harmonização com queijos macios ou frutos do mar. Aromas intensos de frutas tropicais são evidenciados desde o primeiro contato, com acidez vibrante e corpo leve. 

CLEARWATER COVE SAUVIGNON BLANC
Clique na imagem acima e confira mais detalhes do produto!

Cabernet Franc Gran Ombú 

Um inesquecível vinho tinto uruguaio, com vivacidade e inebriante carga aromática. Ao degustar este vinho, é impossível não viajar por suas notas aromáticas de frutas, especiarias e traços florais. Corpo denso, taninos vivos e longa persistência.

GRAN OMBÚ CABERNET FRANC
Clique na imagem acima e confira mais detalhes do produto!

Carignan Gran Reserva Casas del Bosque

Pais modernos geralmente apreciam vinhos que fujam dos tradicionais, são curiosos e tem sede por novidades. Com toda a certeza, este potente vinho chileno irá satisfazê-lo. Com 21 meses de barricas de carvalho, apresenta robustez e alta densidade. Persistente e ideal para quem aprecia um belo churrasco.


Clique na imagem acima e confira mais detalhes do produto!

Pai cervejeiro

Por mais que o vinho seja uma bebida que agrada a quase todos os paladares, a verdade é que existem algumas pessoas nesse mundo que não abrem mão da boa e velha cerveja. E não é para menos! Tão antiga quanto o vinho, cada dia mais as fabricantes da bebida maltada se esforçam para lançar rótulos inovadores, com cervejas de altíssima qualidade, sabor e requinte.

Seu pai é um típico cervejeiro? Então fique de olho em algumas excelentes opções de cervejas para oferecer durante o seu jantar:

Leopoldina Old Strong Ale

Maturada durante 10 meses em barricas de carvalho francês e com segunda fermentação ocorrendo dentro da própria garrafa, a Leopoldina Old Strong Ale é praticamente um presente dos deuses para os cervejeiros de plantão.

CERVEJA LEOPOLDINA OLD STRONG ALE
Clique na imagem acima e confira mais detalhes do produto!

 

Uma cerveja escura, com sabor que remete a frutas secas, mel e vinho do Porto, essa cerveja é envasada em garrafas de espumante, o que garante a preservação do sabor e aroma originais. Concentrada e com amargor evidente, é indicada para paladares mais apurados e harmoniza perfeitamente com carnes de caça, massas condimentadas e queijos duros e de sabor intenso.

Leopoldina Belgian Quadrupel

Com coloração castanha cobreada, também amadurece por 10 meses em barricas de carvalho francês, anteriormente utilizadas no envelhecimento do Brandy XX anos da Casa Valduga. Essa combinação resulta em uma cerveja de incrível complexidade, que revela diferentes camadas aromáticas.

CERVEJA LEOPOLDINA BELGIAN QUADRUPEL
Clique na imagem acima e confira mais detalhes do produto!

A madeira aparece de forma elegante e integrada, evidenciando notas de malte e caramelo, permeadas por sutis nuances de ésteres aromáticos. É uma cerveja encorpada e densa no paladar, com amplo volume de boca e delicado amargor final. Por sua estrutura e intensidade apresenta ótima aptidão gastronômica.

Leopoldina a Russian Imperial Stout 

Recentemente disponibilizada ao mercado, apresenta coloração intensa, escura e com baixa formação de espuma, precede diferentes camadas aromáticas. Notas frutadas abrem caminho para adocicados aromas de toffee, caramelo e chocolate e são arrematadas por uma firme nuance de café. Mostra-se densa e aveludada no paladar, com perfeito equilíbrio entre o amargor do lúpulo com o dulçor do malte.

CONFRARIA ENOTECA DA FAMIGLIA CERVEJA LEOPOLDINA RUSSIAN IMPERIAL STOUT
Clique na imagem acima e confira mais detalhes do produto!

Preparar um jantar que consiga surpreender e agradar seu pai, mostrando todo o amor, orgulho e admiração que você tem por ele não é tarefa das mais fáceis.

Afinal, além da escolha cuidadosa do cardápio, desde os petiscos até a sobremesa, passando pelo prato principal, tudo deve estar de acordo com o gosto pessoal de seu progenitor e o tamanho de suas habilidades culinárias.

E como se não bastasse tudo isso, harmonizar corretamente o vinho para jantar, escolhendo a dedo cada rótulo, torna tudo ainda mais complicado. A boa notícia é que com as dicas que você acompanhou ao longo deste post esse desafio agora parece muito mais simples e até mesmo divertido, não é mesmo?

Então não perca mais tempo! Coloque em prática o quanto antes todo o conhecimento adquirido durante a leitura e ofereça ao seu pai um jantar digno de rei, com pratos e vinhos cuidadosamente harmonizados e escolhidos de acordo com seu estilo e gosto pessoal. Acredite, vocês jamais se esquecerão desse momento!

Você gostou desse conteúdo e gostaria de tirar alguma dúvida sobre o melhor vinho para jantar ou apenas saber mais sobre os produtos de altíssima qualidade e exclusividade produzidos pela Casa Valduga?

Então entre em contato com a gente! Temos um time de especialistas altamente qualificados e com muita experiência no maravilhoso mundo dos vinhos à disposição para lhe ajudar no que você precisar!




Por
09/08/2018

Enólogo e Embaixador da Marca.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!